Translate

Pesquisar

domingo, 31 de julho de 2011

Partido Progressista tem esquema de corrupção no Ministério das Cidades, diz revista

http://www.politicalivre.com.br/index.php/2011/07/pp-tem-esquema-de-corrupcao-no-ministerio-das-cidades-diz-revista/


PP tem esquema de corrupção no Ministério das Cidades, diz revista

Ministro das Cidades, Mário Negromonte
O tesoureiro do Partido Progressista (PP), Leodegar Tiscoski, e outros executivos ligados ao partido liberavam recursos para obras consideradas irregulares pelo Tribunal de Contas da União (TCU), algumas delas com recomendação de “retenção dos pagamentos”, segundo reportagem da edição desta semana da revista IstoÉ. A reportagem afirma que, dos gabinetes do Ministério das Cidades, comandado pelo PP, os políticos favoreciam empreiteiras que contribuíram financeiramente com campanhas eleitorais do partido no ano passado. O ministro das Cidades, Mário Negromonte, negou com veemência as acusações. Segundo a revista, Tiscoski é secretário de saneamento do ministério desde 2007 e no ano passado atuou também na função de tesoureiro nacional do PP. Documentos do Tribunal Superior Eleitoral mostram que, em dezembro de 2010, Tiscoski assinou a prestação de contas do partido. Ele afirmou à revista que não assina mais cheques ou ordens bancárias como tesoureiro, mas admitiu que “encaminhou” a prestação de contas ao Tribunal. O PP informou que as finanças do partido estão a cargo do primeiro tesoureiro, o ex-deputado Feu Rosa, que, segundo a revista, é assessor especial da pasta, cuidando do relacionamento do ministério com o Congresso. Leia mais noEstadão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário