Translate

Pesquisar

terça-feira, 30 de agosto de 2011

José Sérgio Gabrielli é o candidato de Lula na Bahia, afirmam fontes petistas


http://www.alemdanoticia.com.br/ultimas_noticias.php?codnoticia=10763

Exame
José Sérgio Gabrielli é o candidato de Lula na Bahia, afirmam fontes petistas
 O presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, veio a Salvador para anunciar nada menos que R$ 14,7 bilhões(9,2 bilhões de dólares) para a Bahia, dinheiro que vai, em grande parte, para projetos exploratórios em águas profundas no Estado. Mas profunda mesmo ficou a insatisfação de correligionários petistas que estão de olho em 2014 e querem se candidatar ao governo do Estado, assim como Gabrielli. Opresidente da estatal é um dos nomes fortes e tem a seu favor a proximidade com o governador Jaques Wagner.
"Não tenho opinião sobre a candidatura dele, mas acho que ainda está muito cedo para falarmos em 2014", disse um dos postulantes ao cargo consultados em off pelo Bahia 247. "Mas nada está definido, pois além do nome de Gabrielli, fala-se no meu nome e no de outros colegas", retrucou, acrescentando que considera o presidente da Petrobras um "grande quadro".
Campanha preparada
Apesar do discurso de que 2014 ainda está longe, já existe um grupo de pessoas amigas de Gabrielli agrupando contatos próximos para articular a campanha. Já foi criado, inclusive, um grupo de e-mails chamado Amigos da Política para iniciar as discussões. "Recebo mensagens desse grupo de e-mails e fui convidado pessoalmente por um amigo de Gabrielli para participar dele; na ocasião, ele me informou que era um grupo para preparar a campanha", relatou outra fonte ao Bahia 247.
"Ele tem, sim, o desejo de ser governador do Estado e preenche todos os requisitos, mas diz que se sair candidato vai ser por decisão do partido", disse em sigilo outro quadro petista que trabalha no governo e tem proximidade com José Sérgio Gabrielli. "A proximidade com Jaques Wagner é boa pra ele, mas tudo terá que passar pelo crivo do partido", advertiu a mesma fonte, para quem a experiência de Gabrielli, que já fez campanha ao governo do Estado nos anos 90, conta mais. Mas se depender do maior nome do PT, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que é contra as prévias, o partido nem sequer será consultado, e Gabrielli já é candidato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário