Translate

Pesquisar

domingo, 4 de setembro de 2011

CEI DA SAÚDE É ‘DEVER DE CASA’, DIZ ALCINDO

http://www.bahianoticias.com.br/noticias/noticia/2011/09/02/101822,cei-da-saude-e-%E2%80%98dever-de-casa%E2%80%99-diz-alcindo.html


CEI DA SAÚDE É ‘DEVER DE CASA’, DIZ ALCINDO

19:55:47
imprimir

Foto: Divulgação

Alcindo foi à Justiça para que a CEI da Saúde seja garantida
Após entrar com pedido de liminar na Justiça, na tarde desta sexta-feira (2), para que a Comissão Especial de Inquérito (CEI) que investigará esquemas de corrupção na Secretaria Municipal de Saúde (SMS) seja instalada na Câmara Municipal de Salvador, o vereador Alcindo da Anunciação (PSL) entrou em contato com o Bahia Notícias para dar mais detalhes do processo. “Dei entrada hoje (2) na 6ª Vara da Fazenda Pública para que se investigue desde a gestão de Aldely Rocha, durante a prefeitura de (Antonio) Imbassahy (então PFL, hoje PSDB)”, afirmou. Inicialmente, o requerimento pedia que o órgão fosse alvo do inquérito a partir da gestão do petista Eugênio Portela, quando ocorreu a morte do servidor Neylton Souto da Silveira, em 2007, mas a oposição contestou, com o argumento de que apoiaria a CEI se ela apurasse denúncias anteriores à administração de João Henrique. Alcindo fez o pedido de CEI retroceder até a gestão pefelista quando o próprio Imbassahyautorizou a medida em ofício ao presidente da Câmara, Pedro Godinho (PMDB). “Mesmo assim a oposição não assinou o pedido, porque atinge a candidatura de (Nelson) Pelegrino (PT)”, acusou. Alcindo também afirma que, além da oposição, a base governista também não está mais interessada na formação do colegiado. "Houve uma manobra da Casa para agradar ao prefeito e ao governador. Ao governador por causa de Pelegrino, e ao prefeito porque ele acha que pode respingar na gestão dele. Mas o que os vereadores têm a ver com isso?”, questionou. Para ir à Justiça, o edil explica que juntou “decisões de jurisprudências que são claras”. “Quando você tem um terço das assinaturas, a Comissão é instalada sem precisar ir ao plenário. Eu tenho mais que um terço, tenho mais da metade das assinaturas da Casa – a maioria absoluta”, pontuou. E assegura não ter “dúvidas de que a Justiça vai instalar a comissão”. “A Câmara não fez o dever de casa, então a Justiça vai mandar fazer”, concluiu.
(José Marques

Nenhum comentário:

Postar um comentário