Translate

Pesquisar

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Funcionários do Desenbahia ameaçam aderir a greve


Depois de confusão, funcionários do Desenbahia ameaçam aderir a greve

Desenbahia: momento histórico
Os funcionários do Desenbahia estão em pé de guerra com a direção do banco de fomento do Estado e ameaçando, neste momento, entrar em greve, acompanhando a paralisação das instituições financeiras que ocorre em todo o país. Há pelo menos dois meses eles cobram do comando do Desenbahia o que consideram direitos, como férias remuneradas e carga horária de seis horas, como acontece nos demais bancos de fomento, mas não conseguem vê-las atendidas. Esta semana, depois de mais uma rodada de negociações, a direção sugeriu que a comissão que representa os funcionários procurasse o Sindicato dos Bancários a fim de formalizar a apresentação de seus pedidos. Como já estava programada a greve nacional, o Sindicato condicionou o apoio aos funcionários do Desenbahia à sua participação na greve. Ontem, durante uma reunião para discutir a adesão ao movimento, ao qual os bancários baianos já aderiram, um funcionário da assessoria de imprensa, que fotografava a reunião, teria sido desacatado pelo chefe do órgão, o jornalista Oldack Miranda, o que acabou radicalizando ainda mais o movimento. Caso os funcionários do Desenbahia entrem em greve, esta será a segunda vez na história da instituição que seus funcionários paralisam as atividades.

http://www.politicalivre.com.br/index.php/2011/09/depois-de-confusao-funcionarios-do-desenbahia-ameacam-entrar-em-greve/

Nenhum comentário:

Postar um comentário