Translate

Pesquisar

sábado, 24 de setembro de 2011

Horário de verão


População diverge quanto à mudança no horário de verão

por Juliana Almirante

População diverge quanto à mudança no horário de verão
O encarregado de eletricista está satisfeito com a situação atual
A Bahia, assim como todos os estados do Norte e Nordeste, está de fora do Horário de Verão que modifica o horário oficial do país. Neste ano, os ponteiros avançam uma hora a mais a partir de 16 de outubro no Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país. A possibilidade de o estado voltar a ser incluído nessa lista foi levantada pelo deputado estadual Leur Lomanto Jr. (PMDB), autor do projeto de lei que propõe a adesão. Em apoio à causa, o empresariado baiano e o governador Jaques Wagner já se manifestaram a favor.Para saber o que a população de Salvador pensa sobre o assunto, o BN entrevistou cidadãos da capital e encontrou opiniões diversas. A administradora Graça Andrade, de 35 anos, acredita que se beneficiaria com a mudança. “Faço questão de que volte. A empresa que eu trabalho é de Minas Gerais e eu já trabalho no horário de verão”, defende. O fato acontece porque no período, algumas alterações atingem o Brasil inteiro, como a mudança do horário de funcionamento dos bancos e dos voos nos aeroportos, que seguem a marca do relógio de Brasília. Mas há quem esteja satisfeito com a situação atual, como o encarregado de eletricista Juscelino de Jesus, de 49 anos. “Não concordo em mudar devido ao horário de trabalho. Ter que sair mais cedo e voltar mais tarde. Sair no escuro é perigoso, porque nós não temos segurança na cidade”, afirma. A auxiliar de consultório Maria Eunice Guedes, 41 anos, concorda com o argumento da insegurança, mas não se posiciona. “Tanto faz, não tem muita diferença. Me preocupa mais quem trabalha mais cedo, por ser perigoso”, diz.

http://www.bahianoticias.com.br/principal/noticia/103258-populacao-diverge-quanto-a-mudanca-no-horario-de-verao.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário