Translate

Pesquisar

domingo, 2 de outubro de 2011

Eleição da APLB continua na justiça e direção da APLB não entrega documentos pedidos pela oposição


Eleição da APLB continua na justiça e direção da APLB não entrega documentos pedidos pela oposição
A eleição para diretoria da APLB que aconteceu nos dias 4 e 5 de agosto sob o comando de uma comissão eleitoral composta de 3 membros escolhidos pela atual direção do sindicato continua na justiça. Devido ao grande enumero de irregularidades no processo a oposição entrou com uma ação pedindo a suspensão e anulação da eleição. Entre as irregularidades a que mais interferiu no resultado foi o fato da comissão eleitoral não divulgar onde funcionariam as urnas do interior o que dificultou tanto a votação quanto a fiscalização.

Na primeira audiência do processo a direção da APLB “se confundiu” com a documentação que havia sido solicitada na justiça e ao invés de levar as relações de votantes com as assinaturas de que votou, levou duas caixas com listas em branco, ou seja, dos associados aptos a votar e não dos que efetivamente votaram.

A categoria deve continuar atenta a mobilizada para mudar a direção da APLB. A oposição fez um bom trabalho com as informações que foram disponibilizadas no processo eleitoral  e a categoria respondeu positivamente.  A chapa 2 que obter 72% dos votos válidos de Salvador e ganhar a eleição em quase todas a urnas onde foi possível fiscalizar. Os dados estão postos e a justiça há de reconhecer os vícios e manipulações evidentes no processo eleitoral e promover a reparação para ao bem da categoria.

No final da audiência atual direção pediu um prazo de 30 dias para entregar as listas dos votantes. Já a oposição tem 10 dias para se posicionar sobre a defesa e os outros documentos apresentados pela direção na audiência da última quinta feira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário