Translate

Pesquisar

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Mais pilantragem II


Em 2008, Sesab garantia ter iniciado execução de plano de ação
Embora afirme, através do seu chefe de gabinete, que os problemas apontados pela nova auditoria do TCE o "pegaram de surpresa", o secretário da Saúde, Jorge Solla, apresentou, em 2008, um “relatório de justificativa e plano de ação” em contrapartida à inspeção feita em unidades estaduais de saúde, relatada pelo conselheiro França Teixeira. A medida teria como objetivo sanar as falhas apontadas na investigação, o que supostamente não deu sinais de ter acontecido. “Acompanha o presente documento plano de ação desenvolvido pelos setores competentes desta Secretaria, além de documentação correspondente às diligências adotadas em âmbito administrativo com vistas à execução e fiscalização dos contratos auditados”, diz o texto. Apesar de a aprovação do relatório de três anos atrás ter sido unânime, a divulgação do documento, na íntegra, à imprensa e na internet não obteve o respaldo de todos os membros do colegiado. Na época, o conselheiro Antônio Honorato e a atual presidente do TCE, Ridalva Figueiredo –  que, diante do empate no pleito que aprovaria a determinação de um novo plano de ação da Sesab na última terça-feira (4), pediu uma semana para realizar o voto de minerva – votaram contra tornar público o conteúdo da matéria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário