Translate

Pesquisar

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Maternidades e hospitais públicos descumprem lei

http://www.bahianoticias.com.br/principal/noticia/104133-maternidades-e-hospitais-publicos-descumprem-lei-do-039-teste-da-orelhinha-039-diz-medico.html


Embora as maternidades e hospitais públicos sejam obrigados por lei, desde 2010, a realizar o exame de Emissões Otoacústicas de Potêncial Evocado (Eope), o popular “teste da orelhinha”, nos recém-nascidos, a determinação é descumprida, de acordo o Departamento de Otorrinolaringologia da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP). A revelação foi feita pelo otorrino Manuel de Nóbrega, responsável pelo órgão, em palestra no 35º Congresso Brasil de Pediatria. “Apenas cerca de 10% das maternidades do Brasil estão fazendo o exame”, avalia Nóbrega. O médico conta que o procedimento é de extrema importância para os bebês, pois, se for detectada alguma perda antes dos 6 meses de vida, a criança pode voltar a ouvir e desenvolver a linguagem, desde que haja a utilização de aparelho ou cirurgia. “É um exame simples, rápido, fácil e indolor, que dura de 5 a 12 minutos e deve ser feito, de preferência, antes da alta hospitalar”, esclarece.

Nenhum comentário:

Postar um comentário