Translate

Pesquisar

domingo, 27 de novembro de 2011

Aleluia diz que abandono da passarela de Pituaçu é "crime" e vai ao MP

http://www.politicahoje.com.br/conteudo.php?prefixo=detalhe&menu=artigo&idt_secao=1&id=35196



Domingo, 27 de Novembro de 2011 10:26
Decidido a entrar com uma representação no Ministério Público Estadual, nesta segunda-feira (28), contra o governo do Estado por causa das obras no entorno do Estádio de Pituaçu – em especial a passarela na Avenida Paralela – o presidente estadual do Democratas, José Carlos Aleluia, afirmou que se trata de “um crime” o executivo baiano abandonar a construção. Reformado em 2009 para abrigar os jogos do Bahia, após dois anos as obras no entorno da praça esportiva ainda não foram concluídas. “Aquilo é uma violência. Tenho fotografias mostrando o absurdo que é o governo deixar como está. Os responsáveis dizem que é uma obra complexa, mas é apenas a montagem de estruturas estáticas. Se for complexa, como fica a ponte Salvador-Itaparica”, indagou Aleluia.

Em conversa com o Política Hoje, o líder do DEM na Bahia ainda acusou o governo estadual de ser o “que mais matou torcedores na história da Bahia”, citando exemplos de atropelos em frente à Pituaçu e também o acidente na Fonte Nova, em 2007, que vitimou sete pessoas. Aleluia também garantiu que a construção poderia “ser concluída em 30 dias, com folga” e voltou a chamar de crime qualquer tipo de “obra inacabada”. “Em um país com leis sérias, o responsável por obras inacabadas estaria preso. Não se pode abandonar, como a entorno de Pituaçu ou transposição do São Francisco”, disse.

Enquanto o DEM se une para entrar com a representação, a base de Jaques Wagner enxerga a decisão como mais uma atitude eleitoreira, para tentar desestabilizar o governo antes das eleições do ano que vem. “Não faço política o tempo todo e esse ano nem tem campanha”, se defende Aleluia. Apesar de negar, fica claro que a oposição pode até não ter esta motivação, mas também não vai deixar de aproveitar oportunidades de cutucar o principal adversário no pleito do ano que vem.

Sandro Badaró

Nenhum comentário:

Postar um comentário