Translate

Pesquisar

domingo, 6 de novembro de 2011

Jaques Wagner defende Orlando e o PCdoB.????????????????

http://www.vermelho.org.br/ba/noticia.php?id_noticia=167985&id_secao=58




5 DE NOVEMBRO DE 2011 - 14H06 

Governador da Bahia defende Orlando na Conferência do PCdoB


O governador da Bahia, Jaques Wagner, o ex-ministro do Esporte, Orlando Silva, e a vice-presidente nacional do PCdoB, Luciana Santos, são algumas das lideranças políticas presentes no ato de abertura da Conferência Estadual do PCdoB, realizado na manhã deste sábado (5/11), no Hotel Fiesta, em Salvador. O evento reúne militantes do PCdoB de todos os cantos da Bahia e está sendo transmitido ao vivo pela internet na página estadual do Vermelho através do link www.f5transmissao.com.br.


Conferência Estadual do PCdoB da Bahia

O ato de abertura contou também com a presença da senadora Lídice da Mata (PSB); do senador Walter Pinheiro (PT), o vice-prefeito de Salvador, Edvaldo Brito (PDT);o deputado federal Nelson Pelegrino, representando o PT;o presidente do PMDB, Lúcio Vieira Lima; Pedro Alcântara, representando o PR, e Jabes Ribeiro, do PP, além da deputada Ivana Bastos do PSD e o deputado federal Rui Costa(PT). Participaram os secretários de Estado César Lisboa, Carlos Martins, Cícero Monteiro, Robinson Almeida, Oswaldo Barreto, Nilton Vasconcelos e Ney Campello. 

Ao abrir oficialmente a Conferência, o presidente do PCdoB na Bahia, deputado federal Daniel Almeida, saudou os delegados e delegadas vindos de todo o estado para debater os desafios e diretrizes do partido para a eleição de 2012. “Estamos vivendo um momento especial e até o final de ano estaremos organizados em todas as regiões do estado. Teremos candidaturas em alguns destes municípios e onde não tivermos, vamos apoiar o nome que melhor puder colaborar com o projeto que está modificando o Brasil e a Bahia. Pois o PCdoB faz parte deste projeto desde as primeiras candidaturas do presidente Lula e mantemos a aliança também na eleição da presidente Dilma e do governador Wagner. Temos condições de colaborar com o avanço deste projeto e vamos nos colocar a disposição com candidaturas onde for preciso”, declarou. 

Recarregando as energias

Logo em seguida, a vice-presidente Nacional do PCdoB, deputada federal Luciana Santos, saudou a Conferência, lembrando que o PCdoB tem se consolidado de maneira muito especial na Bahia, onde o partido tem o maior número de prefeitos e tem uma meta ousada para as eleições de 2012. “O estado é marcado por lutas libertárias como o 2 de Julho e a Revolta dos Malês. O estado também emprestou ao Brasil o ministro Orlando Silva, que fez de um Ministério que nem existia e uma política de governo e um grande projeto de inclusão social”, acrescentou.

O ex-ministro do Esporte, Orlando Silva, agradeceu o apoio que recebeu de todos os comunistas durante o período em que foi acusado de corrupção. “Eu vim aqui recarregar as baterias e consegui. Eu vivi um tsunami político e não teria sobrevivido se não fosse a unidade de aço do nosso partido. Houve um tempo em que o combate aos comunistas era feito com perseguição, prisão, tortura e assassinatos. Hoje, é o linchamento midiático. Não importando se tem fundamento ou não”, afirmou Orlando, com grande apoio de todos presentes. 

Presente em todas as Conferências do PCdoB desde que assumiu o governo em 2007, o governador Jaques Wagner reafirmou o apoio que recebeu dos comunistas desde a sua primeira candidatura em 2002 e ressaltou a unidade da frente. “O PCdoB é um partido de história, um partido aliado de primeira hora, que tem se movimentando de acordo com os seus objetivos e de seu crescimento. É legítimo o direito do crescimento de todos os partidos da nossa base. Também acho que este crescimento tem que estar vinculado ao movimento de ampla unidade até aqui conquistada”. 

Defesa de Orlando

Wagner fez questão de defender o ministro Orlando Silva. “Na Conferência da Juventude realizada na Bahia recentemente, fiz questão de defender esse jovem. Não se pode fazer a imolação em praça pública de um jovem que dedicou a vida inteira na luta pelos direitos dos trabalhadores e que realizou uma gestão exitosa à frente do Ministério do Esporte. Os ataques a Orlando se constituem uma tentativa de demonizar o PCdoB, o PT, o PSB e a esquerda em geral. Não é para atingir Orlando, mas sim, para atacar o projeto político e um dos partidos políticos que sustentam este projeto”, acrescentou o governador. 

A deputada federal Alice Portugal fez uma saudação especial a Orlando Silva, lembrando sua militância destacada desde o movimento estudantil. “Orlando chega ao Ministério do Esporte e transforma o esporte em uma política de Estado, com forte compromisso com a inclusão social. Nesta manhã, nós queremos te dizer que confiamos que logo a verdade vai aparecer e muitos terão que te pedir desculpas pelas acusações injustas que lhe fizeram”, concluiu.

De Salvador,
Eliane Costa, Laís Correard e Emanoel Souza



http://www.vermelho.org.br/ba/noticia.php?id_noticia=167985&id_secao=58

Nenhum comentário:

Postar um comentário