Translate

Pesquisar

sábado, 12 de novembro de 2011

Mais de 20 podem perder mandato

http://www.bocaonews.com.br/noticias/politica/politica/23723,mais-de-20-podem-perder-mandato.html



Por: Redação Bocão News - 11 de Novembro - 17h22
  • 0
A Procuradoria Regional Eleitoral da Bahia (PRE-BA) abriu uma verdadeira “cruzada” contra políticos que trocaram de partidos sem justificativa plausível.  Até outubro, a PRE-BA pediu à Justiça a perda dos cargos de 21 prefeitos, vices e vereadores em todo o estado. A previsão da instituição é mover outras 282 ações até o final deste ano.

De acordo com o procurador eleitoral da Bahia, Sidney Madruga, as peças jurídicas têm como base a resolução 22.610/2007, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que impede a desfiliação sem justa causa. Entre os critérios que asseguram a migração de legenda, destaque para a incorporação ou fusão do partido, criação de nova agremiação, mudança substancial ou desvio reiterado do programa partidário ou grave discriminação pessoal.

A maioria absoluta daqueles que estão na mira da PRE-BA se filiou a novos partidos, o que para a instituição evidencia a clara “intenção de troca de legenda para disputar novos cargos no pleito de 2012”.

Confira a relação completa:

* Maria Nerivam Vieira de Oliveira, vereadora do município de Fátima, pediu desfiliação do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e apenas cinco dias ingressou nos quadros do PDT;

* Ivan Barbosa Pereira, vereador do município de Firmino Alves, pediu desfiliação do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) e apenas 18 dias após ingressou nos quadros do PSD;

* José Romero Rocha Matos vereador do município de Quinjingue pediu desfiliação do Partido Social da Democracia (PSDB);

* Gelvane Ribeiro dos Santos vereador do município de Fátima pediu desfiliação do Partido Socialista Brasileiro (PSB) e apenas cinco dias após sua desfiliação do PSB ingressou nos quadros do PDT;

* Newton Francisco Neves Cotrim, prefeito do município de Igaporã, pediu desfiliação do Partido da República (PR) e apenas 20 dias após ingressou nos quadros do PT;

* Euvaldo Nunes de Carvalho, vereador do município de Antas, pediu desfiliação do Partido Progressista (PP) e apenas 17 ingressou nos quadros do PSB;

* José Luiz Maciel Rocha, prefeito do município de Seabra, pediu desfiliação do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) e apenas 10 dias após ingressou nos quadros do PSB;

* Norma Suely Freire de Vasconcelos Silva, vereadora do município de Itamari, pediu desfiliação do Democratas (DEM) e apenas 17 dias ingressou nos quadros do PR;

* Ateilton Fernandes Menezes vereador do município de Itamari, pediu desfiliação do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e apenas três dias após ingressou no PCdoB;

* Gilvan Ribeiro da Costa, vereador do município de Coronel João Sá, pediu desfiliação do Partido dos Trabalhadores (PT) e apenas 22 dias ingressou nos quadros do PP;

* Jildeval Neves de Carvalho, vereador do município de Coronel João Sá, pediu desfiliação do Partido da República (PR) e ingressou nos quadros do PP;

* João Andrade de Souza, vereador do Município de Malhada de Pedras, pediu desfiliação do Partido Socialista Brasileiro (PSB);

* José Carlos de Jesus Silva vereador do município de Lamarão pediu desfiliação do Partido Progressista (PP) e apenas 22 dias após sua desfiliação ingressou nos quadros do PTdoB;

* José Edésio Cardoso Silva, vereador do município de Alagoinhas, pediu desfiliação do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e apenas 19 dias depois foi acolhido pelo PDT;

* Osvaldo de Jesus Santos, vereador do município de São Miguel das Matas, pediu desfiliação do Partido Progressista (PP) e apenas 15 dias ingressou nos PSC;

* Paulo Sérgio Jesus dos Santos vereador do Município de Gandu pediu desfiliação do Partido Social Democrata Cristão (PSDC) e apenas nove dias após sua desfiliação ingressou nos quadros do PTB;

* Renato José Ribeiro, vereador do município de Coronel João Sá, pediu desfiliação do Partido da República (PR) e apenas 22 dias depois ingressou nos quadros do PP;

* Luciano Antônio Pinheiro, vice-prefeito do município de Jacobina, pediu desfiliação do Partido Social Liberal (PSL);

* Pedro Antônio da Rocha Mello, vice-Prefeito do município de Gandu, pediu desfiliação do Partido dos Trabalhadores (PT) e apenas 19 dias ingressou nos quadros do PRTB;

* Jean Pereira de Assunção, vereador do município de Ibirapitanga, pediu desfiliação do Partido Trabalhista Nacional (PTN);

* Lázaro Andrade de Oliveira, vice-prefeito do Município de Teolândia, pediu desfiliação do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB).

Nenhum comentário:

Postar um comentário