Translate

Pesquisar

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Sacos de areia serão os primeiros passageiros do metrô de Salvador


Sábado, 10 de Dezembro de 2011 - 08:40


Sacos de areia serão os primeiros passageiros do metrô de Salvador
Cerca de 600 sacos de areia deverão ser os primeiros passageiros a embarcarem no metrô de Salvador, em construção há 12 anos, a partir do dia 20 deste mês. Segundo anúncio da prefeitura nesta sexta-feira (9), os seis trens da Linha 1 circularão até abril de 2012 com uma quantidade de areia em cada saco correspondente a 60 quilos. O objetivo é simular o peso do transporte de pessoas. O teste do sistema, parte de uma fase experimental, será executado entre os trilhos que ligam a Estação da Lapa à Rótula do Abacaxi. Em entrevista à Rede Bahia, o secretário da Casa Civil, João Leão,afirmou que, após o período de testes, os trens começarão a transportar cerca de 600 passageiros por viagem e sem a cobrança de tarifa. “Todo o sistema já está pronto, as linhas estão prontas, faltam alguns detalhes de umas catracas e algumas coisas, mas isso nós só vamos utilizar na época em que nós estivermos operando com os passageiros”, disse.






10.12.2011 às 08:11

Metrô de Salvador deve começar a rodar com sacos de areia no dia 20

Os seis trens da Linha 1 do metrô de Salvador devem começar a rodar com 600 sacos de areia do dia 20 de dezembro deste ano até o mês de abril de 2012, afirma a prefeitura nesta sexta-feira. A quantidade de areia de cada saco corresponde a cerca de 60 quilos e servirá para simular o peso do transporte de pessoas, conforme explica a prefeitura. O teste do sistema, que é parte de uma fase experimental, será executado entre os trilhos que ligam a Estação da Lapa à Rótula do Abacaxi. O metrô está em construção há 12 anos, completados no último 11 de agosto, e já consumiu R$ 700 milhões. Entre abril de junho de 2012, os trens começam a transportar cerca de 600 passageiros em cada viagem, sem a cobrança de passagem, de acordo com a prefeituraO secretário da Casa Civil, João Leão, disse que duas empresas da Espanha foram contratadas para administrar e operar o metrô. Ele também garante que não há custo nesse contrato. Ainda segundo ele, os seis quilômetros entre a Lapa e a Rótula devem funcionar “logo”. (G1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário