Translate

Pesquisar

domingo, 5 de fevereiro de 2012

Associações de PMs retiram-se da mesa de negociações

http://www.bahianoticias.com.br/principal/noticia/110590-associacoes-de-pms-retiram-se-da-mesa-de-negociacoes.html


Ditadura do PT


As cinco associações da Polícia Militar que negociavam com o governo estadual decidiram suspender o diálogo após uma longa reunião neste sábado (4). De acordo com o presidente da Associação dos Oficiais da Polícia Militar da Bahia, Edmilson Tavares, a decisão foi tomada depois de o governador Jaques Wagner anunciar que não negociaria com os policiais enquanto durasse a paralisação. “Infelizmente estamos nos retirando da mesa de negociações, pois não representamos os policiais que estão parados”, afirmou Tavares. “Hoje deveríamos convocar uma assembléia, mas com o decreto impetrado pela presidente Dilma Rousseff estamos proibidos de realizar assembleias. Agora os policiais militares que vão decidir o que vão fazer, mas não vamos aderir à greve”, completou. Segundo o Correio, as cinco entidades que faziam parte da mesa de negociações eram a Associação dos Oficiais da Polícia Militar da Bahia – Força Invicta, a Associação dos Praças da Polícia Militar da Bahia (APPM), a Associação dos Subtenentes, Sargentos e Oficiais da Polícia Militar da Bahia (ABSSO) de Salvador, Itaberaba e Ilhéus, a Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar da Bahia de Itaberaba e Associação de Policiais e Bombeiros da Bahia (ASPOJER).

Nenhum comentário:

Postar um comentário