Translate

Pesquisar

sábado, 31 de março de 2012

Editor-chefe da Veja conversou 200 vezes por telefone com Carlinhos Cachoeira

http://www.bahianoticias.com.br/principal/noticia/113749-editor-chefe-da-veja-conversou-200-vezes-por-telefone-com-carlinhos-cachoeira.html


Editor-chefe da Veja conversou 200 vezes por telefone com Carlinhos Cachoeira


Editor-chefe da Veja conversou 200 vezes por telefone com Carlinhos Cachoeira
Policarpo Jr. teria articulado com bicheiro e Demóstenes escândalo do mensalão
O editor-chefe da revista Veja, Policarpo Júnior, e o bicheiro Carlinhos Cachoeira conversaram 200 vezes por telefone, segundo denúncia apontada na Operação Monte Carlo, a mesma que flagrou a relação estreita do contraventor com o senador Demóstenes Torres (DEM-GO). De acordo com o blog do jornalista Luís Nassif, nas ligações, Policarpo anteciparia informações de publicações da revista a Cachoeira. Já o empresário e ex-prefeito de Anápolis (GO), Ernani de Paulo, acusou Cachoeira, Demóstenes e o jornalista de ter "fabricado" a denúncia de "Mensalão". Anápolis é a cidade natal de Cachoeira e base eleitoral de Demóstenes. De acordo com o ex-gestor, o democrata era cotado para assumir o cargo de secretário de Segurança Nacional no começo do governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, sob a condição de filiar-se ao PMDB. O senador teria gostado da indicação, mas acabou vetado por José Dirceu (PT). A partir daí, a denúncia inicial do mensalão seria o troco de Demóstenes pelo veto. Na época, as reportagens contra o governo petista foram assinadas por Policarpo Júnior.

Nenhum comentário:

Postar um comentário