Translate

Pesquisar

sábado, 22 de setembro de 2012

SERVIDORES MUNICIPAIS AMEAÇAM PARAR



SERVIDORES MUNICIPAIS AMEAÇAM PARAR POR CAUSA DE CANCELAMENTO DE PLANO DE SAÚDE

Cerca de 600 servidores da Transalvador, Sucom e Sucop
 realizaram um protesto com saída Praça Castro Alves em
 direção à Câmara Municipal nesta quinta-feira (20). Vestidos
 de branco, eles reivindicaram que a prefeitura encontre 
uma solução para manutenção do atendimento médico-hospitalar à 
categoria. Após decisão do Tribunal de Contas do Município (TCM) que
 exige o cancelamento dos contratos das autarquias firmados
 com planos de saúde particulares, os servidores correm risco
 de ficar sem atendimento. Caso se confirme o corte no 
serviço, a categoria ameaça entrar em greve por tempo
 indeterminado. "Os servidores do Estado tem o Planserv e
 nós temos o nosso. Agora, perto do fim da gestão
 atual, querem cortar nosso plano, não aceitaremos, pois
 o plano de saúde faz parte da política de valorização
 ao servidor", defendeu o representante da Asssociação dos
servidores da Sucop (Ascop), Edinei Reis. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário