Translate

Pesquisar

domingo, 7 de outubro de 2012

Acarajé será vendido na Fonte Nova


Acarajé será vendido na Fonte Nova durante Copa do Mundo em Salvador, garante Campello




Acarajé será vendido na Fonte Nova durante Copa do Mundo em Salvador, garante Campello
Polêmica correu o mundo através das redes sociais
polêmica em torno da prioridade da venda de produtos da rede americana de lanchonetes MacDonald’s dentro da Arena Fonte Nova e em seu entorno, até dois quilômetros de distância, durante os jogos da Copa do Mundo de 2014, não significará a restrição da venda do acarajé, patrimônio imaterial da Bahia. A garantia foi dada pelo secretário estadual para Assuntos da Copa (Secopa), Ney Campello, em entrevista na manhã desta sexta-feira (5) ao programa Acorda pra Vida, da Rede Tudo FM – 102.5. De acordo com o chefe da pasta, a Lei Geral da Copa estabelece que a Fifa cuide da comercialização de comida e bebida no interior e no entorno dos estádios brasileiros. Por conta disso, a Fifa estabelecerá o processo de contratação de uma concessionária que montará o "cardápio" a ser oferecido aos participantes dentro das arenas. Já na área externa, ao redor das praças esportivas, a prefeitura de Salvador é quem estabelecerá o licenciamento. “Em nenhum momento a Lei fala em restrição e proibição. Ela diz que haverá uma definição de regras sobre a responsabilidade da Fifa, que quer preservar a proteção de suas marcas. A Fifa não quer que haja associação de marcas em relação às empresas que concorrem com patrocinadores da FifaE a baiana tem um produto que não concorre, absolutamente, com nenhum outro produto ou patrocinador da Fifa. A venda dos quitutes não sofrerá nenhum tipo de restrição”, garantiu. Segundo Campello, após a polêmica que tomou conta das redes sociais durante todo esta quinta (4), com reações das mais variadas formas, a federação emitiu comunicado para explicar o caso. “Na nota, a Fifa diz que tem uma concessionária que ainda será licitada. A Fifa pediu que cada licitante contemplasse no cardápio um produto de culinária regional em cada estádio. Isso vai refletir na diversidade das regiões do Brasil e também em uma perspectiva gastronômica. A Fifa diz: ‘Ressaltamos que a maioria das propostas recebidas pela Fifa, até o momento, sempre sugere a venda do acarajé em Salvador’”, explicou. Ainda, segundo o secretário, na manifestação a Fifa sinaliza a necessidade da venda do quitute baiano dentro do estádio. “Não haverá problemas de restrição. Haverá apenas cuidados no aspecto relacionado à saúde e à segurança. Um procedimento de cadastro para todo mundo que vai vender. Não que impeça, mas que as baianas vendam com qualidade, do ponto de vista da higiene, de como ela oferece o seu produto e da segurança, como eu disse, para que elas possam vender bem mais do que já vendem”, garantiu.


FONTE  http://www.bahianoticias.com.br/principal/noticia/123935-acaraje-sera-vendido-na-fonte-nova-durante-copa-do-mundo-em-salvador-garante-campello.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário