Translate

Pesquisar

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

ACM Neto recebeu 2° maior volume de doações ocultas durante campanha


ACM Neto recebeu 2° maior volume de doações ocultas durante  campanha
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
O prefeito eleito de Salvador, ACM Neto, é o segundo candidato com maior volume de doações ocultas no segundo turno das eleições municipais, segundo dados divulgados na página do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na internet. Atrás apenas de Haddad, Neto acumulou R$ 19,5 milhões -89% do total de $ 21,9 milhões arrecadados- por intermédio dos diretórios estadual e nacional do Democratas. A declaração da renda como doação oculta impossibilita rastrear com precisão a origem do investimento. Apesar dos diretórios serem obrigados a informar de quem receberam o dinheiro, trata-se de uma arrecadação pulverizada entre diversos candidatos da chapa e da legenda. O mecanismo é geralmente utilizado por empresas que não querem ter seu nome associado a políticos. Fernando Haddad (PT), em primeiro lugar no ranking do TSE, teve R$ 38 milhões dos R$ 42 milhões arrecadados por meio de comitês financeiros e dos diretórios estadual e nacional do PT. O terceiro maior volume de doações ocultas foi de Roberto Cláudio (PSB), prefeito eleito de Fortaleza, com R$ 12,6 milhões. Com informações do Congresso em Foco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário