Translate

Pesquisar

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

ACM Neto só perde para Haddad e Serra em arrecadação


ACM Neto só perde para Haddad e Serra em arrecadação
Foto: Max Haack/ Ag Haack/ Bahia Notícias
ACM Neto, eleito prefeito de Salvador (BA) pelo DEM, foi o terceiro candidato que mais arrecadou nas eleições de 2012. Perdeu apenas para Fernando Haddad (PT) e José Serra (PSDB), que concorreram pela Prefeitura de São Paulo. O neto de Antônio Carlos Magalhães conseguiu R$ 21,9 milhões em doações, ante R$ 42 milhões de Haddad e R$ 33,6 milhões de Serra. O DEM investiu pesado na campanha de ACM Neto. Foram R$ 19,6 milhões gastos pelos diretórios nacional e estadual do partido na campanha municipal do deputado, 90% das receitas totais. Apesar do terceiro lugar em arrecadação individual, o DEM não tem o que comemorar. Partido que mais caiu em número de eleitos e de votos, o DEM foi também o único que perdeu arrecadação em relação a 2008. Foram R$ 51 milhões a menos. A queda foi sentida nas contas dos comitês eleitorais, cujos volumes se reduziram de R$ 79 milhões para R$$ 28 milhões. Já a arrecadação dos candidatos do partido ficou estável em R$ 198 milhões, enquanto as receitas de todas as outras siglas cresceram. No PT, por exemplo, dobrou e atingiu R$ 602 milhões. Haddad foi o maior arrecadador petista. Depois dele, o candidato que conseguiu mais doações pelo PT foi Patrus Ananias, candidato derrotado em Belo Horizonte pelo atual prefeito, Marcio Lacerda (PSB). Ananias arrecadou R$$ 17,4 milhões. Lacerda fechou a conta com R$$ 21,5 milhões, a quarta maior receita do País, e levou a disputa. Eduardo Paes, reeleito pelo PMDB no Rio de Janeiro, segunda maior cidade do País, ficou em quinto lugar no ranking de arrecadações, com R$ 21,2 milhões. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário