Translate

Pesquisar

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Indiana tira própria vida após sofrer estupro coletivo


Indiana tira própria vida após sofrer estupro coletivo
País teve sete dias de protestos contra estupro coletivo
Uma garota indiana de 17 anos vítima de um estupro coletivo em Nova Deli, na Índia, tirou a própria vida depois que a polícia a pressionou a abandonar o caso e se casar com um de seus agressores, informaram parentes nesta quinta-feira (27). Em meio a mobilizações sobre o estupro coletivo de uma estudante em um ônibus no começo do mês, o caso colocou novamente em evidência o modo como a polícia lida com crimes sexuais. Um policial foi demitido e outro suspenso pela conduta depois do ataque durante o festival de Diwali, no dia 13 de novembro. A adolescente foi encontrada morta na quarta-feira (26) à noite, após ingerir veneno. Antes de sua morte, não houve prisões sobre seu caso, apesar de três pessoas terem sido detidas na quinta-feira. Duas delas eram os supostos estupradores e uma terceira uma mulher suspeita de ser cúmplice. A irmã da vítima contou à rede de televisão indiana NDTV que propuseram à adolescente aceitar uma quantia em dinheiro como acordo ou se casar com um de seus agressores. O país registrou 228.650 casos de violência contra as mulheres no ano passado. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário