Translate

Pesquisar

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Mortes por câncer de pulmão crescem 98% na Bahia


Mortes por câncer de pulmão crescem 98% na Bahia
Os casos de mortes por câncer de traqueia, brônquios e pulmões na Bahia passaram de 390 para 774 em dez anos. De 2000 a 2010, foi registrado um aumento de 98%. O estado é o segundo do Nordeste com maior quantidade de óbitos, de acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca). "E entre 90% e 95% dos casos de neoplasias (câncer) nestas regiões são motivados pelo uso de cigarros", informa Francisco Hora, médico pneumologista do programa estadual de antitabagismo, da Secretaria da Saúde Estado (Sesab), e professor da Universidade Federal da Bahia. Um ano após  ter sido sancionada pela presidente da República, Dilma Rousseff, a Lei Antifumo (12.546/11) ainda espera pela regulamentação no Congresso Nacional. A Bahia também não tomou iniciativa de restringir o tabagismo, a exemplo de outros estados como Rondônia, São Paulo, Rio de Janeiro, Amazonas, Roraima, Paraíba e Paraná, que adotaram legislações próprias para banir o uso de cigarros em locais fechados e a áreas reservadas a fumantes. Informações do A Tarde.

Nenhum comentário:

Postar um comentário