Translate

Pesquisar

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

‘Portas estão abertas’ para saída de quem contraria determinação do PSD , diz Otto


‘Portas estão abertas’ para saída de quem contraria determinação do PSD , diz Otto
Foto: Max Haack / Ag. Haack / Bahia Notícias
O presidente estadual do PSD e vice-governador do Estado, Otto Alencar, confirmou que as orientações dadas aos três vereadores do partido  David Rios, Dr. Pitangueira e Edson da União – foram para que "votassem seguindo o parecer do Tribunal de Contas dos Municípios [pela rejeição das contas do prefeito]”. Ele disse que vai conversar com Rios – único que se reelegeu – e lembrá-lo de que "as orientações do partido devem ser seguidas”, e deixou clara a filosofia do PSD sobre o assunto. “Da mesma forma que as portas do partido foram abertas para entrar, do mesmo modo elas estarão abertas para aqueles que não cumprirem as determinações do partido”, disparou. Apesar de o voto ser secreto, são fartos os comentários nos bastidores da Câmara de Salvador, de que os três correligionários de Otto teriam votado pela aprovação das contas do prefeito João Henrique, relativas a 2009, que foram rejeitadas nesta quarta-feira (12), pelo Legislativo municipal. Otto disse que comunicou aos edis a determinação de votar pela reprovação das contas e argumentou que “ao contrário do que fala o prefeito João Henrique, que não houve dolo, teve dolo, sim”. O presidente do PSD na Bahia citou exemplos como o de a prefeitura, em 2009, ter feito investimento da ordem de R$ 100 milhões com “recursos próprios”, dos quais R$ 48 milhões foram gastos sem licitação, "contrariando o que prega a Lei 8.666/93 (a Lei de Licitações)” e ter ultrapassado “o orçamento aprovado pela própria Câmara de Vereadores, o prefeito gastou muito mais do que a Câmara ordenou se gastar no orçamento de 2009”. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário