Translate

Pesquisar

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Justiça quebra sigilo bancário do vereador e ex-judoca Aurélio Miguel


Justiça quebra sigilo bancário do vereador e ex-judoca Aurélio Miguel
A Justiça de São Paulo determinou a quebra dos sigilos bancário e fiscal do vereador Aurélio Miguel (PR), noticia a Folha. O ex-judoca que foi campeão olímpico é suspeito de cobrar propina de shoppings da capital paulista quando presidiu, em 2009, a da CPI do IPTU. Ele teria omitido irregularidades constatadas em shoppings ligados ao grupo Brookfield, que nega os problemas. Segundo a Folha, a quebra dos sigilos ocorre dentro de um inquérito, em andamento, que apura suposta lavagem de dinheiro. Aurélio é suspeito de ter recebido mais de R$ 1,1 milhão em propina. O legislador também nega as acusações e diz ser vítima de sua honestidade. Ainda de acordo com o jornal, além das contas bancárias registradas em nome do ex-judoca (pessoa física), a quebra de sigilos atinge também a mulher do parlamentar, Michele Nunes Miguel, e todas as empresas em nome deles. O patrimônio de Aurélio Miguel teve um aumento expressivo depois de ele se eleger vereador. O conjunto de bens do ex-judoca está estimado atualmente em mais de R$ 25 milhões, com 25 imóveis, contra os cerca de R$ 1,4 milhão (valor corrigido) declarados antes de se eleger, em 2004.

Nenhum comentário:

Postar um comentário