Translate

Pesquisar

quarta-feira, 13 de março de 2013

Pastores da igreja de Feliciano recebem salários da Câmara sem trabalhar


Pastores da igreja de Feliciano recebem salários da Câmara sem trabalhar
Foto: Marcos Limonti/ Estadão Conteúdo
Cinco pastores da Catedral do Avivamento, igreja fundada pelo deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP) recebem salários da Câmara Federal sem cumprir expediente em Brasília ou no escritório político do parlamentar. Segundo reportagem da Folha, há dois anos, os pastores Rafael Octávio, Joelson Tenório, André Luis de Oliveira, Roseli Octávio e Wellington de Oliveira ocupam cargos de assessoria parlamentar do deputado, com salários que chegam a R$ 7 mil. Eles dirigem a igreja em Franca, Ribeirão Preto, São Joaquim da Barra e Orlândia, no interior paulista. A Folha visitou as cidades e identificou que os pastores não realizam trabalho legislativo. O escritório político de Feliciano, localizado em um imóvel anexo à igreja de Orlândia, foi visitado pela reportagem em horário de expediente, mas estava com portas trancadas.  Procurado, Wellington de Oliveira se apresentou como "assessor de comunicação" e afirmou que as nomeações são normais. "Qualquer pessoa que vai contratar o seu assessor parlamentar contrata gente próxima, amigos”, disse. O regimento da Câmara diz que os assessores de confiança devem cumprir uma jornada de 40 horas semanais de trabalho legislativo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário