Translate

Pesquisar

sábado, 14 de setembro de 2013

CAMINHO


Nem todo caminho leva ao destino. Nem toda vela é de velório. Nem todo defunto merece ser velado. Nem todo defunto foi bom em vida, pois ele não merece choro, nem vela, muito menos uma fita amarela. Nem todo comentarista merece atenção do parceiro de jornada diária das venturas e desventuras que o existencial oferece. Nem todos Estados são Unidos. Nem bem e nem mau, o Neoliberalismo e seu irmão gêmeo em vida, foram dois canalhas que maltrataram os trabalhadores do planeta terra.
Os políticos são todos gatos do mesmo balaio? São todos capins do mesmo pasto? São todos ratos do mesmo porão? São todos parceiros da mesma cela? É toda cachaça do mesmo litro? São todos defensores do mesmo sistema, ou seja, neoliberalismo? São todas bolsas do mesmo jacaré? São todos amantes do mesmo cofre? São todos convidados do mesmo jantar? São todos malacos do mesmo bando. São todos bandidos da mesma quadrilha?
Assim caminha a humanidade, caminho que levará ao vazio do “céu” ou então ao caminho do inferno, ou falamos com o inexistente “deus” ou com o verdadeiro capeta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário