Translate

Pesquisar

sábado, 14 de setembro de 2013

CANTO


CANTO A ROTINA DE VIVER. VIVER COMO POBRE É TRISTE DESGASTANTE E MONÓTONO. VIVER SEM EMPREGO É APENAS UM SOFRIMENTO A MAIS NO NOSSO COTIDIANO. VIVER NA FAVELA, NA RUA E NOS GUETOS DO MUNDO, TRÁS UM DESCONFORTO HUMANO, QUE NOS ATINGE O ÂMAGO DA ALMA, NOSSOS FILHOS SÃO MARGINALIZADOS POR UMA PEQUENA ELITE QUE DOMINA O SISTEMA SUJO CONHECIDO PELA ALCUNHA DE CAPITALISMO. NOSSAS CRIANÇAS ANDAM PELAS ESQUINAS DAS RUAS DAS CIDADES, CIDADES CUJOS BAIRROS DE BACANAS E AS RUAS DO COMÉRCIO SÃO CUIDADOS COM TODO ESMERO PELAS BUCHAS DE CANHÃO DA BURGUESIA NACIONAL. CRIANÇAS QUE NÃO TEM ACESSO A ESCOLA, MÉDICO, DENTISTA E OUTRAS NECESSIDADES BÁSICAS. FALTA PARA OS JOVENS FORMAÇÃO PROFISSIONAL, POR ESTE MOTIVO NÃO ARRUMA UM EMPREGO QUE POSSA SUSTETÁ-LO DE FORMA ADEQUADA. ESSE ESTADO DE COISAS ACABA LEVANDO O JOVEM A SER LARANJA NO TRÁFICO DE DROGAS, A QUAL É DISTRIBUÍDA PELOS GRANDES TUBARÕES. VIDA, VIDA MARGINAL, QUE NOS MANTEM NO ROL DO ANONIMATO, A POBREZA QUE ATINGE A POPULAÇÃO É CULPA EXCLUSIVA DA CORRUPÇÃO ORIGINADA PELOS POLÍTICOS. CANTO A VIDA QUE TEM COMO FINAL UMA MORTE NA MISÉRIA ABSOLUTA. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário